Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quinta-feira, 16 de junho de 2022

Os adversários do Blogueiro do Marajó finalmente iriam assassina-lo?

Atualizado em 19 de julho de 2022

Enfim, o blogueiro do Marajó está nas mãos da quadrilha mais perversa do Arquipélago, exatamente como previsto em 2014. A estratégia de derrocada do blogueiro consiste em três passos, uma denúncia falseada, execração pública e morte na cadeia.

Naquele ano foi detalhado um complô que ameaçaria a vida do blogueiro Ronaldo de Deus, por suas combativas postagens aos saqueadores dos cofres públicos. Segundo a testemunha, não encontraram nada que desabonasse a conduta do blogueiro, aí restou a criação de fatos.

Primeiro uma denúncia sem marcação temporal engendrada por um servidor público amigo da mãe da moça (segundo a própria mãe me contou, ele desenvolveu uma amizade repentina nos últimos meses e paga bebida e a leva para vários lugares para beber e comer) e levada a cabo com cerceamento de defesa. Depois, publicados nas redes sociais promovidas por asseclas do atual governo.

O passo seguinte seria acelerar pra que chegasse ao Ministério Público. Em seguida, sem chance de defesa, seria jogado na cadeia para aguardar julgamento e lá, finalmente, assassinado por detentos previamente selecionados.

A execração pública seria necessário pra que ninguém sentisse comiseração, apenas ódio e a aceitação como normal porque puniria um criminoso. Resta saber se um crime existe se não há chance de provar o contrário? Palavras qualquer um menciona, especialmente quando se tem algo em troca.

A esperança é a justiça 

Espera-se, apesar de já conseguirem chegar no nível dois do projeto maligno de acabar com a vida do blogueiro, que o profissionalismo do judiciário proporcione chance de defesa antes que os vingativos bandidos de colarinho branco concluam o perverso plano. Espera-se que afastem o servidor que engendrou a peça maligna de qualquer parte da investigação.

O blogueiro, entrevistado em seu sítio hoje (16/06/2022), disse que as pessoas que o acompanharam em todos os momentos sociais podem testemunhar de que sempre participou de sociais em festas e passeios ladeado de amigos e garotas de maior. Acumula cinco uniões estáveis, possui notável reputação, emprego fixo, e é empresário do setor de turismo. Que apenas seus adversários políticos falam coisas por não terem convivência com o blogueiro durante sua vida pregressa. É casado, possui filho de menor e tem desempenhado uma carreira de sucesso, de causar inveja a muita gente.


terça-feira, 5 de abril de 2022

Portel: professora é perseguida pelo prefeito Paulo Ferreira

Professora Odineia Ferreira, coproprietária do Balneário Educadores de Portel, deu entrada no hospital municipal de Portel após o prefeito Paulo Ferreira removê-la contra sua vontade para localidade distante de onde mora.
A professora atestou pressão alta, arritmia cardíaca e ansiedade. Ao ser atendido pela equipe do hospital Wilson da Motta, a professora será submetida a uma bateria de testes.
No ano passado, inicio do governo dos Ferreiras, a professora Odineia foi lotada numa escola distante 7 horas da localidade onde mora, sendo que há uma escola na vizinhança. Sindicalistas e amigos da professora acreditam que ela está sofrendo perseguição política pelos irmãos Ferreiras.
Após pedir a remoção da localidade distante, a professora fou punida com outra lotação mais longe ainda.
Como se não bastasse, o sadismo dos Ferreiras foi mais além, exorbitando todas as leis com a retenção do salarios de janeiro e fevereiro deste ano. Após entrar com requerimento pedindo ressarcimento, não foi atendida. 

sexta-feira, 1 de abril de 2022

Portel: Ramal do 12 fica intransitável e gera problemas para usuários

Ramal do 12 permanece intransitável neste período de chuvas.
O desconforto para os moradores que dependem da estrada é grande. Neste caso, a alternativa é voltar a utilizar embarcações. Mas a medida não cabe para todos e o isolamento causa inúmeros problemas.
Estudantes do Ensino Médio que se deslocavam de ônibus também estão prejudicados. O ônibus atolou uma vez e nunca mais o voltou. 
Nesta manhã, um trator insistiu em passar pela estrada e ficou preso na lama.

segunda-feira, 28 de março de 2022

Portel: Homem tira a própria vida no Buraco Escuro

Homem é encontrado sem vida no Buraco Escuro da Tijuca.
Enquanto sua esposa se encontrava no hospital para dar a luz, um homem conhecido como Louro tirou a própria vida em sua residência. 
Segundo um vizinho,  Louro seria de Cametá e teria problemas com endividamento. 

domingo, 27 de março de 2022

Portel: Propriedade da Igreja Católica é invadida na noite de sábado 26

Nesta noite de sábado (26) homens e mulheres invadiram a propriedade da Igreja Católica, situada na Estrada Portel-Tucuruí.
A área adquirida nos anos 70 serviu como horta, na qual os padres incentivavam jovens a aprenderem o cultivo de hortaliças. Além dessa iniciativa que foi bem sucedida na qualidade da alimentação num período em que verduras não eram valorizadas, também era utilizada como centro de retiro espiritual e encontros religiosos.
A Ijgreja ainda não se manifestou contra ou a favor do ataque ao seu bem na estrada. 

Quebra-mola na estrada do Acutipereira: quebraram o codigo de trânsito

Um quebra-molas criado por moradores da localidade Cajual, na estrada do Acutipereira, causa polêmica. 
De um lado estaria uma família, cujo filho atravessou a estrada inesperadamente na frente de uma motocicleta. De outro está o perigo de danos aos veículos e à saúde dos proprietários.
Esta publicação tem o propósito de alertar aos taxistas e mototaxistas, bem como aos visitantes dos balneários, sobre o perigo de transitar nos limites permitidos pelo Código de Trânsito quanto às estradas de chão batido.

Portel: Jovem assassinado neste sabado 26

No final da noite de ontem (26), um jovem foi assassinado no Bairro da Cidade Nova. 
Ainda segue desconhecido o autor e nem a motivação que levou à morte do jovem.
Por enquanto, sabe-se que o apelido do falecido era Fariseu e morava na Rua Rita 
Elza, no Bairro da Cidade Nova. 

sábado, 26 de março de 2022

Homens da Prefeitura de Portel causam transtornos aos moradores do Acutipereira

Povo do Acutipereira está insatisfeito com um lamaçal criado por uma equipe da Secretaria de Infraestrutura deixa os moradores em maus lençóis. O blog explica.
A intenção, a pedido de um pastor, era construir uma ponte para substituir a antiga localizada entre Cumaru e Queimada. Mas algo deu errado e acabou irritando os moradores.
Além da irritação, o transtorno foi geral. Pessoas caem na lama, carros atolam. A saúde também foi afetada, pois uma ambulância não passa. O quê teria levado a tamanha façanha de obstruir a principal via de acesso à cidade?
De acordo com os moradores da adjacência da ponte, o alcool foi o culpado. "Eram sacoladas de cachaça", disse a idosa. "Minha filha caçula disse que pra eles: 'vocês não vieram trabalhar, vieram beber'.", completou a senhora Leia.
Nesta manhã estive no local pra dar início a uma operação de desobtrução da via. Os trabalhos comunitarios devem ser retomados na segunda-feira.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2022

Veja o que o Balneário Educadores de Portel oferece


O novíssimo balneário de Portel, denominado Educadores de Portel, está localizado na região do Cumaru, na Estrada do Acutipereira. Acesso pode ser pela estrada propriamente dita ou pelo rio.

A PRAIA

Situado em ponto estratégico, a areia se estende por mais de 300 metros a partir da orla, que geralmente chega a cobrir a cintura ou um pouco mais do tronco de uma pessoa adulta. Ou seja, você não corre o risco de cair no canal e ser tragado por fortes correntezas de água. Além do mais, é pura areia, seixo e piçarra, livre de tabatinga ou lama.

SALÃO DE BILHAR

O balneário possui salão de jogo de bilhar, onde os jogadores podem desfrutar muitas partidas ao som de boas músicas e na sensação gostosa da brisa do rio. Há perspectiva de ampliar o número de mesas e, também o próprio espaço. No futuro, a área será climatizada, para o maior conforto de todos.

QUADRA DE VÔLEI

Quadra de vôlei

Na parte direita da área há uma quadra de vôlei para os mais dotados fisicamente. A quadra é protegida com rede para que a bola não se disperse para a rua ou outros lugares, permitindo qua a brincadeira não tenha interrupção.

PISCINA SERÁ MAIS UM CHARME DO BALNEÁRIO

Área destinada à piscina

Em breve, uma piscina será construída para que proporcione momentos mais agradáveis possível àqueles que não são chegados a uma água do rio. Já está pronto o calçadão no qual acontecerão músicas ao vivo, uma parte será coberta, em breve.

ACOMODAÇÕES PARA PERNOITE

Chalé em construção, pernoite possível

Bem atrás da quadra de vôlei estão sendo construídos chalés para que os clientes possam pernoitar. Está sendo construído em alvenaria e comportará uma varanda, um quarto e um banheiro. Pensando ainda em termos de acomodação, serão construídas, em madeira, pequenas casas para aluguel em cima da água. Sua parte inferior será cercada para que as pessoas possam descer, em plena noite e em total privacidade, para tomar banho dentro da água gostosa do Acutipereira.

O BAR DO BALNEÁRIO

Bar: com espaço para dança

Após seguir em direção à praia, encontra-se o bar. Logicamente que o bar foi pensado com uma área para os que curtem uma boa dança. Logo haverá ampliações de sua estrutura.

No bar você encontra água mineral geladíssima, refrigerantes e cervejas de diversas marcas. As cervejas variam do gosto bem simples ao mais sofisticado.

BARBIE STAND

Barbie Stand: ótimo para as fotos

Em frente ao bar, localizam-se as barraquinhas ou maloquinhas chamadas carinhosamente de Barbie Stand. Foram assim denominadas após observar-se que as beldades que frequentam o local fazem muitas fotos no local. Realmente faz referência à boneca.

MALOCA LOVE STORY

Maloca Love Story: muito disputada

Em seguida, um trapiche que comporta, na cabeceira, uma mesa ou maloca, muito disputada pelos visitantes. O nome desta maloca é Love Story, dado a frequência de casais à noite. Ao lado desta, logo serão erigidas duas novas malocas, uma molhada e outra para atender ao público LGBT.

ESTACIONAMENTO PRÓPRIO

Amplo Estacionamento: um diferencial

Recentemente, a empresa adquiriu mais um terreno ao lado para a utilização como estacionamento. No momento, é o único balneário a comportar um estacionamento, dando proteção aos veículos dos clientes. Na frente desse novo terreno também será construído um tanque para a realização de pesque-e-pague.

REFEIÇÃO E TIRA GOST0

Tira-gosto misto: queijo, macaxeira, azeitona e calabresa

O Balneário oferece bebidas, tira-gosto e refeições. Ressalte-se que é o único da região a oferecer comida. Portanto, ao visitar, você não passará fome.

A) GALINHA CAIPIRA - Temos galinha caipira, criada no próprio balneário. É uma das marcas do balneário. Uma galinha dessas servem no mínimo 4 pessoas. Acompanha arroz e o pirão (porção de farinha de mandioca escaldada no caldo da galinha. 

Filhote regional: muito apreciado

B) FILHOTE - tipo de peixe pescado pelos pescadores da região. Trazem especialmente sob encomenda para satisfazer os gostos dos clientes ávidos por peixes fresquinhos, novos mesmos. O filhote é servido frito, com vinagrete, feijão, arroz e farofa.

Tucunaré regional: delícia!

C) TUCUNARÉ - peixe altamente saudável e saboroso. É servido frito, com vinagrete e farofa.

C) CARNE - Oferecemos carne com filé, picanha ou alcatra.

Tira-gosto não pode faltar na rodada dos amigos

D) TIRA-GOSTO - O tira-gosto mais vendido é a macaxeira frita, com uma produção da região do Acutipereira. Recebe um tratamento de pelo menos três dias até o ponto de fritura. Além disso, também temos isca de peixe e carne. Mas outros, como queijo produzido na fazenda do Elmo, no Pacajá.

CONFIRA:



quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

Balneário Educadores de Portel: como foi que surgiu

Vista frontal do Balneário

Apresento aos caros leitores do meu blog um empreendimento que nasceu da crise, em plena pandemia, um balneário localizado na região do Acutipereira, em Portel, uma espécie de volta às ambientações vivenciadas na infância. Começa então um grande projeto.

Este é mais um desafio da minha vida, a criação de um balneário para as pessoas desfrutarem das belezas do município de Portel. Mas, o início foi apenas um escape da pandemia, afinal a Organização Mundial da Saúde recomendava o isolamento social. Foi exatamente o que fiz, isolando-me da cidade, numa´ área da zona rural.

Numa conversa informal com um amigo chamado Naudir Ponte, eu revelava a dificuldade que eu estava preocupado com o que vinha acontecendo. É que, ao chegar do trabalho, já tinha amigos na minha casa da cidade, com cerveja, carvão e churrasco. Ou seja, estavam fazendo o isolamento  social na minha casa!

Naudir indicou uma propriedade localizada no Acutipereira que, segundo ele, tinha a parte de areia mais ampla da região. Não fui ver a propriedade imediatamente, postergando a ação para duas semanas depois. Nesse período, um empresário comprou o terreno. Ao chegar lá, um rapaz já estava fazendo limpeza da terra.

Mas, as crianças, meus amigos e minha esposa se aventuraram pela vizinhança e descobriram outro terreno, mais amplo. Insistiram tanto que fui olhar a propriedade, e sentei num banco junto à praia. Como se tivesse treinada, minha neta entrou entre minhas pernas e pousou o cotovelo nos meus joelhos e disse: "Vovô, você vai comprar essa praia pra mim? Não resisti e prometi: "Amanhã eu compro pra você".

Após a negociação e consequente pagamento do preço conveniado, contratei uma equipe pra preparar uma casa equipada com banheiro, quartos, água de poço artesiano, e tudo mais. Em quinze dias a obra foi entregue. E, enquanto esse tempo todo fazíamos churrasco com muita cerveja, num isolamento que mais parecia uma estação de férias.

Logo os amigos ficaram sabendo onde estávamos escondidos. Começava então a surgir pedidos pra que passassem alguns momentos no que eles chamavam de "paraíso". Era um pedido do tipo "é só eu e minha esposa", e assim outro casal. De repente tivemos que negar, dolorosamente, mais pedidos de visitas. Afinal, estávamos no pico da pandemia!

Os amigos começaram a sugerir que comprássemos bebidas e comidas, que eles comprariam, em vez de trazer da cidade. Após refletir um pouco de tempo, tipo uma semana, acabei comprando um refrigerador do tipo freezer. E, numa dessas conversas, eu e minha esposa iniciamos um projeto de criação de um balneário, na expectativa de que uma vacina surgisse e pudéssemos, no futuro, abrir ao público,.

Estabelecemos um projeto composto de trapiche, pois a praia é bem extensa, com um prolongamento de mais de 300 metros. Isso significa, para a compreensão de vocês, poder caminhar com  a água na altura da cintura bastante longe da orla. É pura praia e precisava de um trapiche pra que as lanchas e outras embarcações pudessem se aproximar. 

Com a construção do trapiche, surgia a necessidade de fazer a cabeceira do mesmo, chamada de mesa. No entanto, a queríamos coberta, pra que ali fossem atadas redes, com bancos ao redor e possibilidade de colocar mesas com cadeiras. Escadas também foram projetadas para a descida para o imprescindível banho.

Após, passou-se à construção das maloquinhas que apelidei de Barbie Stand, lugar para que as pessoas pudessem sentar-se debaixo e tomar aquela cerveja à sombra, na companhia dos amigos, namorada, esposa e tudo o mais. Todas coloridas, viria se tornar uma marca do balneário. 

Pensamos também, do lado oposto da Barbie Stand, um bar. Esse, por sua vez, viria conter um salão feito pra aqueles que gostam de balançar o esqueleto. Inicialmente o bar está sendo capaz de atender ao público.

Mas, há muito mais sonhos contidos em projeto que devem ser concretizados no futuro, como chalés, outras malocas, tanque de peixe para o comovente pesque e pague.

O terreno que foi indicado pelo amigo?

Bem, um ano após, o empresário me procurou e propôs venda. Ao deixar escapar a informação, muitos disseram que estava caro demais e acabei gastando um bom dinheiro que tinha guardado. Após ter desperdiçado o dinheiro, certa manhã olhei para a propriedade e tive um profundo arrependimento. 

Mas, minha mãe dizia "quando tem que ser seu, será". E foi o que aconteceu. Meses depois o cidadão me procura e novamente faz outra proposta de venda. Desta vez não falei pra ninguém, apenas pra ele eu disse:"amanhã eu compro". E foi o que aconteceu.

domingo, 23 de janeiro de 2022

Portel elege Miss 2022

O evento promoveu a maior aglomeração dos últimos tempos, tudo pra dar destaque às garotas que concorreram ao Miss Portel 2022.
Apesar das expectativas, Eduarda

sábado, 27 de novembro de 2021

Menor mata segurança apos ser impedido de entrar em festa

Segurança particular é morto a tiros, na madrugada deste sábado(27) no municipio de Portel,  no Arquipélago do Marajó. Raimundo Larcerda, conhecido como Poronga, trabalhava como segurança em eventos e festas realizadas zona urbanae rural de Portel. Era um profissiona bastante respeitado em sua área de atuação, por isso era muito requisitado. 
De acordo com informações obtidas pelo blog Educadores de Portel, um menor de idade seria o autor do disparo de arma de fogo que tirou a vida de Poronga. Após o crime, o menor abriu fuga.
O corpo encontra-se no necrotério do hospital de Portel. Enquanto isso, a polícia está fazendo diligências no sentido de capturar o infrator. 
No Acutipereira, membros de uma das maiores familias da região cancelou um culto depois do lamentável episódio. 

sábado, 19 de junho de 2021

Portel Prefeitura marca vacinação no Pinheiro (Acutipereira) e não comparece neste sábado 19

 Dezenas de pessoas compareceram à comunidade Pinheiro, no Acutipereira, para aguardar a equipe de vacinação da Prefeitura de Portel e não houve atendimento.

Os cidadãos chegaram de diversas localidades, inclusive do igarapé Arapiuna, entre eles uma senhora de quase cem anos. A espera foi em vão, pois a equipe de vacinação não apareceu.

No sentido de elucidar tamanho desencontro, busquei fonte de informação direto do hospital. Conforme a pessoa que informou – não tenho permissão para usar o nome da mesma -, o evento não aconteceu porque “o carro quebrou”.

Na verdade é incompreensível, uma vez que, em termos de veículos, a secretaria de Saúde é uma das mais munidas em carros de diversos tamanhos. Além do que, outras secretarias poderiam auxiliar em caso de falha veicular.

As pessoas ficaram indignadas, principalmente as que vieram de lugares distantes, uma vez que gastaram dinheiro em combustível para se deslocar de suas casas até a comunidade Pinheiro. Lamentável.™

A trapalhada não é a primeira. No último fim de semana, a vacinação que ocorreu no Ezídio Maciel (localidade Boa Vista, Acutipereira) não foi sucesso de público, tudo porque não houve divulgação suficiente.

segunda-feira, 14 de junho de 2021

Portel: Para tomar bebidas alcoólicas, bebum terá que apresentar cartão do SUS

 
Decreto de 14 de junho vira piada. Tudo porque agora os donos de bares vão ter que ficar na entrada a pedir cartão do SUS. Pasmem: Cartão do SUS para tomar bebidas alcoólicas.



domingo, 13 de junho de 2021

Portel: Até o tratamento em relação ao servidor e público piorou nos primeiros seis meses

 


Olha só como os servidores públicos da educação são tratados!

Este é um flagrante de desrespeito no atendimento dos servidores públicos da educação do município de Portel. A foto mostra como o trato do servidor piorou nos últimos meses da ditadura de Paulo Ferreira.

Antes servidores e público em geral ficavam no corredor para diversos atendimentos que compõem a rotina da SEMED. Hoje ficam estes servidores e público em geral à mercê ao sol e chuva. Quanta falta de respeito!!

terça-feira, 25 de maio de 2021

PORTEL: ASSALTANTES DA MARIA VELHA ATACAM ACUTIPEREIRA

 Depois da proeza de roubar uma lancha da secretaria de saúde de Portel, bandidos assaltam bar da Vanda, na estrada do Acutipereira.

De acordo com informações prestadas por testemunhas e pela própria empresária, os bandidos chegaram por via fluvial. Violentos, espancaram todos os moradores, cortaram os cabos da internet e levaram tudo que puderam. A soma em dinheiro não foi revelada.

Logo pela manhã a empresária mandou-me um recado para eu leva-la a Portel no sentido de a mesma fazer registros policiais. Traumatizada, o filho de Vanda não se encontrava no local quando o estabelecimento foi tomado pelos piratas.

Ainda de acordo com os mesmos informantes ao blog, os bandidos estavam escondidos no rio Acutipereira. Antes de partirem, avisaram que vão voltar para assaltar o Sítio Educadores de Portel, Bar do Chicão na Boa Vista (Ezídio Maciel) e comércio do Douglas, todos situados na estrada do Acutipereira.

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Portel: Como vivem agora os professores após a retirada de direitos pelo prefeito Paulo Ferreira?


Afinal, como vivem agora os professores de Portel após a abrupta retirada de direitos desde o início de 2021?

 
Para a professora X, sua vida capotou de vez como nunca antes visto desde que adquiriu estabilidade no emprego por meio de concurso público. Essa professora me relatou que só vivenciou esse tipo de situação no governo de Nancy Guedes, mas que o atual governo superou os desmandos contra a Constituição. Seu saldo é de 160 reais por mês. Com esse valor, disse ela, não dá pra sobreviver mais como professora prestes a se aposentar.


Como está a relação dos professores com os bancos? 

 
A dívida com o banco é acochante, tendo ido a agência local do Banco do Brasil para resolver através de uma renegociação, pois acredita que o atual governo não tem interesse em favorecer a educação no município. Disse-me ela que a segunda opção seria recorrer ao Ministério Público que, segundo ela, não é confiável, que se vendeu. Mas, afirmou, o governo atual é menos confiável do que a Justiça.


Quais são os impactos dessa retirada de valores dos professores no comércio portelense?

 
Os comerciantes não tem muito a comemorar, pois as perdas foram muito grandes. O prejuízo ao comércio não foi calculado. Com a perda salarial promovida pelo governo de Paulo Ferreira, houve uma queda gigantesca na aquisição de bens. Segundo os dois professores com quem travei conversa esta manhã, insumos como carne de boi é um sonho distante, sendo, para eles, um retrocesso que os jogou na área da pobreza.


Quais os prejuízos que as famílias tiveram, com relação aos investimentos em educação de seus filhos?

 
Outro setor da vida do professor que sofreu duro desgaste foi a educação dos filhos.  De acordo com o professor Y, a faculdade da filha está ameaçada. Com os boletos vencidos, a opção foi se dirigir à instituição para trancar o curso. A direção da universidade foi maleável e insistiu que a jovem continue os estudos. Para o professor W não foi muito diferente, pois teve consequências drásticas quanto a educação dos dois filhos. A solução foi interromper os cursos. Nesse caso, a instituição foi mais severa e não ajudou muito.

O quê faz o Ministério  Público em relação ao essas perdas que afetam direitos básicos e constitucionais como a alimentação?
O Ministério Público recebeu uma ação coletiva promovida pelo Sindicato dos trabalhadores em educação de Portel. Nenhuma manifestação do órgão foi sentida até o momento. A professora disse que o Promotor era notícia na rádio e TV todos os dias, mas ultimamente desapareceu. 

PARA QUEM ESTÁ POR FORA, VEJA O PACOTAÇO DO PREFEITO PAULO FERREIRA

1. Reduziu cargas horárias dos professores, até dos que trabalham há mais de 20 anos;

2. Retirou a dedicação exclusiva dos Técnicos Pedagógicos;

3. Retirou a Hora Atividade dos Professores;

4. Retirou a gratificação pelo Difícil Acesso;

As ações consideradas arbitrárias pelo Sintepp chamaram a atenção (em março do corrente) da Deputada Marinor Brito (PSOL), a qual solicitou mediante requerimento informações a respeito das retiradas de direitos ao próprio prefeito Paulo Ferreira.

Inicialmente a ideia parecia sensata, para não causar um colapso na educação portelense, mas alguns sinais mostram que não é bem assim. Primeiro que os recursos estão amontoados nas contas. Segundo que a farra de contratações está de vento em popa. Assim, a justificativa caiu por terra.

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Portel: Festa acaba em garrafadas no Acutipereira

 Festa acaba em garrafadas

Uma festa no Acutipereira quase acaba em tragédia na noite deste domingo 9 de maio de 2021.

Dois rapazes se desentenderam durante a festa na localidade Boa Vista e um deles levou a pior. Pelo menos a cara do morador da localidade do Antim ficou desfigurada. O autor da garrafada, segundo relatos de moradores da região, é original da região conhecida como Beiradão.

Não se sabe qual foi a origem da briga entre os dois. Mas, como consequência do desentendimento, a festa foi interrompida, levando centenas de pessoas de volta para a cidade de Portel, num comboio de motos e carros com som automotivo.

Numa circunstância dessa, não se sabe o que pode ser mais letal, se o vírus ou uma garrafada.

sábado, 1 de maio de 2021

Portel: Como foi o Dia do Trabalhador no Setor da Educação


Neste Primeiro de Maio, o Trabalhador da Educação não tem muito o que comemorar. Em pleno pico da Pandemia, os novos gestores do município resolveram sacrificar os professores. Mas não sacrificaram seus salários, que continua gordinho enquanto os dos professores diminuíram mais do que nos tempos de Nancy Guedes.

A retirada de direitos ocorreu na surdina, orientada por um professor que, no seu entendimento de leigo nos assuntos legais, acha que tirar gratificações não gera consequências para o gestor e, principalmente, para os cofres da combalida Prefeitura de Portel.


A reclamação era grande quanto aos barqueiros. De um lado, sindicalistas induzindo os barqueiros de que seus ganhos eram pequenos. Hoje, nem ganhos pequenos, nem nada. A vida deles ninguém quer saber, contanto que as caçambas de alguém esteja alugada. 


Finalmente, os alunos recebiam alimentos chamados de kit escolar. As línguas grandes diziam que devia dar mais comida, mesmo sem saber de onde tirar recursos. Atualmente essas crianças... bem, ninguém quer saber se comem ou não, contanto que compras sem licitação fiquem do jeito que o capeta gosta.

Próxima postagem será sobre o que o governo de Portel está fazendo com o dinheiro da educação

terça-feira, 27 de abril de 2021

Prefeitura de Portel dá calote em duas agências bancárias

Prefeito de Portel dá calote em duas agências bancárias. Servidores envolvidos sofrem com o golpe.

A Prefeitura de Portel volta às velhas práticas de não repassar os valores descontados em folha de empréstimos consignados. Os bancos que sofreram o calote foram Banpará e Caixa Econômica.

Após ter descontos de mais de mil reais no contracheque, a Prefeitura de Portel não fez o repasse dos valores para a agência do Banpará de Melgaço. Sendo assim, o próprio banco resolveu fazer o confisco dos valores diretamente na minha conta. Desta forma, os valores ultrapassaram dois mil reais, que somados desde janeiro já ultrapassam 4 mil reais.

Um servidor que não posso revelar o nome, relatou-me que sua filha está sendo prejudicada nas mensalidades da universidade particular porque a SEMED não repassa os valores para o Banpará. Ele ajuda com 50% e sua esposa, que sofreu o calote, corresponde com os outros 50%, mas desde janeiro que deixou de pagar os estudos da filha.

Outro parente meu, que também é professora, verificou junto à Caixa que seus valores descontados em folha não estavam sendo repassados à agência da Caixa Econômica Federal em Breves. Assim com no caso do Banpará, a informação foi dada pela própria gerência do banco.

Entrei em contato com o chefe do RH da SEMED, Luiz, no dia 7 do corrente mês. Ele respondeu assim: "Não sei lhe dar informações precisas sobre a sua dúvida. Apenas o tesoureiro da SEMED pode lhe confirmar ou não tais informações". Acrescentou ainda que: "Irei entrar em contato com ele e pedirei permissão para repassar o contato. Assim que possível lhe retorno", mas nunca retornou. Procurado na SEMED, não consegui adentrar no prédio para procurar um homem chamado Josué, que é o atual tesoureiro da SEMED.


Na próxima postagem, o que os professores ganham de presente no 1º de Maio, o Dia do Trabalhador.