Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

sábado, 15 de julho de 2017

Breves: Falsificação de documentos Leva à prisão de professores

Após análise de carta de averbação para gerar empréstimo na modalidade consignada, o gerente da Caixa Econômica de Breves estranhou a elevada margem apresentada por dois servidores públicos da prefeitura municipal de Portel.

Desta forma, a  polícia civil prendeu em flagrante os professores EDILSON (Juninho) MAIA CORDOVIL e EDILEI (Corró) SERRÃO DE OLIVEIRA, ambos originários do município de Portel.

O Gerente Geral da Caixa Econômica de Breves detectou que os  contra cheques e as  "Declarações de Margem Consignável"  eram falsos.  A intencao dos professores era contrair empréstimos consignados. Após a denúncia feita pelo gerente, a Polícia Civil ficou a espera de que, no dia 14/07, os mesmos se dirigissem à agência para que pudessem sacar o valor do empréstimo. Na abordagem realizada pela PC, ficou constatado que os documentos eram falsos. Caso viesse sacar o valor contratado, um dos professores receberia o valor de R$ 5.600,00 (bruto) e, caso o falsidade ideológica não fosse detectada, o novo empréstimo comprometeria de a renda mensal do servidor de tal forma que ele passaria a receber R$ 500,00 líquido. Outro professor chegou a apresentar documentos para que conseguisse R$ 46.000,00 em empréstimos da modalidade consignada, mesmo não tendo margem pra isso.

Juninho, além de ser professor, mantinha uma pizzaria, inclusive mantendo contrato com este Blog para fins publicitários, no entanto nunca pagou a dívida contraída com.o Blog. Nesta semana, dois anunciantes serao desvinculados das páginas do Blog por falta de pagamento.

Postar um comentário