Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Portel: O último dia das convenções partidárias Part I

Hoje, 5 de agosto, é o último dia reservado às convenções partidárias e muitas figuras políticas de Portel terão que descer de cima do muro, sem esquecer que outros tantos ganharão o prêmio Oscar de enganados do ano eleitoral em se tratando de político. Como eleitor, caso não preste atenção, também receberá um prêmio, que pode ser um rumo, uma saída ou a manutenção dos benefícios para uma meia dúzia.

"É fácil constatar quem está do lado do poder, uma meia dúzia de pessoas que ostentam com carrões, prediões, festões e dinheirões", disse um observador que chegou à cidade e não sentiu nada das opressões vividas pelo povo portelense, que já começa a receber um dos prêmios que é a cobrança de IPTU fora de época. Alguns assimilam essa cobrança como uma forma de caixa dois. Outros, mais simplistas, tem nisso a crença de que uma vez impostão, sempre impostão.

Ontem, apesar de ter chegado de Breves no fim da tarde, já fiquei sabendo que um dos que não fincaram uma barra de sabão na construção do governo atual estava perambulando com um pacote de 100 mil reais e promessa de dar mais 100 mil reais em duas ou três parcelas, tudo no sentido de comprar o silêncio e a quietude ou passividade de um popular pré candidato defenestrado por uma quadrilha que aposta milhões no sofrimento de populações com IDHM baixíssimo, segundo dados do PNUD das Nações Unidas. De onde vem tanto dinheiro? Se seu salário estiver atrasado, pode começar a cogitar dessa possibilidade.

Eri dança e Luciano continua como vice de Paulo Ferreira
Desde o dia 20 de julho, data em que os partidos são permitidos a promover suas convenções partidárias, desnudam-se as figuras que não lograram êxito em suas negociações ao longo dos últimos três anos e meio. Entre eles está a imagem arranhada do segundo homem mais votado de 2012, o Pr. Eri, dono de um campo evangélico de cerca de 12 mil reais/mês que se envolveu com o atual governo e mereceu o desprezo de não participar nem como vice, de acordo com a convenção realizada no dia 30 na Convenção do PMDB, que manteve Luciano Fonseca na tabelinha com Paulo Ferreira. 

A "oposição" dos últimos 45 minutos do segundo tempo não se acertou, deixando o maior opositor de fora, num caso de inverdades e incertezas que envolve o presidente do PSD estadual - que já negou interferir negativamente na defenestração do pré candidato Miro Pereira, segundo gravação a que tive acesso, mas não me deram uma cópia, numa demonstração de que os meus próprios amigos da política não confiam em mim - restando o peso do impedimento ao presidente estadual, o senhor Toia Gama. A convenção das 10 horas da manhã de hoje, que acontecerá na residência do próprio presidente, localizada na rua Ypiranga, bairro do Pinho, deverá apontar o nome do candidato. 90% dos candidatos a vereador da sigla estão dispostos a esvaziar a sigla, pois não há garantias algumas, exceto palavras, de que não se tem nada contra o líder da oposição, senhor Miro Pereira.

Charge "os estrangeiros", de 2012.
Já está na cidade o Dr. Evandro, que pretende compor a chapa majoritária com o atual presidente da Câmara Manoel Maranhense, contrariando a regra estabelecida pela população em evitar gestores municipais importados, lição bem aprendida nos anos 90 quando uma prefeita vindo de fora trouxe sua família inteira pra mandar e desmandar na população, que foi sensibilizada a votar por conta do assassinato do advogado Edson Guedes. Aqui em Portel é assim: quem ousar desafiar a máfia da política (não seria assim no seu município? Presta atenção, cavalo velho!), acaba sendo defenestrado. Lá em Belém, onde também há uns xerifes da política portelense (só não mandam recursos, mas confusão e emperramentos tem de sobra!), já se estabeleceu que há um critério das pesquisas eleitorais, das quais se falam mas nunca mostram e não se sabe onde é feita, porque até na rede social Facebook já indaguei exaustivamente se algum entrevistador passou pelos bairros e ninguém sabe a respeito de algum instituto fazendo pesquisas.

Aliás, a chamada Frente Democrática definiu critérios para a escolha do nome para representar a oposição, mas não valeu de nada o esforço, surgindo do nada o critério da pesquisa eleitoral, já refutada em reunião do dia 23 de abril, não para tanto porque o mês contém o dia da mentira. A tal Frente (tirando aí o termo Democrática, visto que não é nada democrática) veio pra quebrar o lançamento de uma candidatura apoiada pelo deputado Eder Mauro, forte candidato à prefeitura de Belém, que indicava Miro Pereira, até que o vereador Tururi entregasse o partido ao vereador Toia Gama e impedindo o advogado de ser candidato. Por isso que os governistas passaram a chamar nosso grupo de os sem florestas, nome baseado em desenho infantil do filme de Tim Johnson. Sem querer discutir a mente de quem apelidou nossa turma assim, ressalto que o filme mostra a saga dos animais que despertaram da hibernação ao chegar a primavera e são surpreendidos por um muro verde. Já assisti, junto com meu filho, e é mesmo um caso de isolamento para quem dormiu no ponto.

O criador enfrentará a criatura?
Pedro Barbosa é tido como o novo libertado das amarras da Lei da Ficha Limpa e era esperado ontem, junto com Dr. Evandro, numa festa de pistolas (rojões, foguetes, em outras regiões), mas não conseguiu o estrondoso impacto de 2004, tendo os seus aliados espalhado a notícia sobre uma liminar concedida junto com "sentença" concomitante, numa liberação orquestrada do TRE, TCU e outros órgãos, mas até o momento ninguém viu cópia de tais documentos, tirando qualquer possibilidade de investimentos numa campanha que surpreendeu até os próprios membros da oposição ao ver Jorge Barbosa se lançar candidato caso a orquestração resulte pífia. Os críticos, mesmo de dentro da oposição, logo se pronunciaram dizendo que Jorge esteve de mãos dadas com o prefeito Paulo Ferreira nos últimos meses e agora se diz oposição. 

Dando uma breve olhada na Câmara de Vereadores, há perigo mesmo de que alguns edis não voltem mais à tribuna, tal o isolamento de partidos nos quais teriam que contar com mais de mil votos, alguns beirando a casa dos dois mil, tendo alguns desses tentado fazer coligação para se salvaguardar das terríveis previsões do blog Educadores de Portel sobre a renovação da Câmara.


Postar um comentário