Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

sábado, 6 de agosto de 2016

Portel: O último dia das convenções partidárias Parte 2

Nesta segunda postagem sobre as convenções partidárias no município de Portel apresento os seguintes dados:

1) Convenção do PSD
2) Convenção do PTC

PSD, de Toia Gama
 
Ivani da Saúde, Barão, Naudir, Ronaldo de Deus, Maria Costa, Everaldo, Izidório Rocha, Manoel Maranhense, Toia Gama e Odineia Ferreira (reunião na véspera da convenção)
Pela manhã, recebi em casa os pré candidatos do PSD, entre eles os postulantes ao cargo de vereador e prefeito, Dr. Miro Pereira. Às 10 horas, teve início a Convenção dessa sigla, na residência do vereador Toia Gama, convenção esta realizada na cozinha, tudo indicando que alguém seria cozinhado e foi o que aconteceu. 

Como somente os membros da comissão provisória poderiam votar, logo se viu que o nome de Manoel Maranhense (PROS) seria eleito e foi exatamente o que sucedeu. O nome dos candidatos a vereador, no entanto não foi submetido a votação das mulheres e do vereador Tururi, posto que o grupo é maioria apoiador de Miro Pereira e não poderia ser expurgado, pois este mesmo grupo pode ser a salvação para vereadores como Tururi, Toia Gama e inclusive Rosivaldo (Valdo) Paranhos, que foi colocado através da coligação com o Solidariedade. A maioria, que eram apoiadores de Miro Pereira, ainda pensam em fazer uma retirada estratégica, o que poria em risco a eleição desses três vereadores: Toia Gama, Tururi e Valdo Paranhos. 

Pedro Alencar, Carlos Santos, Barão, Izidório, Maria Costa, Miro Pereira, Ronaldo de Deus, Ivani, Odineia, Natalia, Evaraldo, Willem, Dhou (Restaurante da Dona Maria)
Logo após a defenestração do pré candidato Miro Pereira - ensaiada por Nicias Ribeiro (este, enquanto o circo pegava fogo, tomava cerveja num município do sul do Pará, nem se incomodando com a peleja do povo) e Helenilson Pontes e obedecida cegamente por Toia Gama e Tururi -, os recém homologados candidatos seguiram para o restaurante da Dona Maria, situado na rua Manoel Antonio Fialho, também no bairro do Pinho. Embora em momento de confraternização, muitos ficaram revoltados com a atitude de afastar um filho portelense da disputa eleitoral para colocar dois forasteiros: Manoel Maranhense (do Maranhão, como é óbvio) e Dr. Evandro (de Altamira - PA). Uma avaliação do contexto e tomadas de decisões ficou marcada para o início da noite, que não aconteceu, sendo adiada para ver os próximos passos.

Dr. Miro discursa ao fim da votação: "Cartas marcadas"
Logo após a votação e homologação dos nomes dos candidatos do PSD, compareceram ao local onde acontecera a convenção o ex vereador derrotado na eleição de 2012, Neto Monteiro, o impossibilitado Enos Perdigão, o próprio candidato aprovado Manoel Maranhense e Pr. Ori, da igreja Quadrangular. A movimentação era grande na elaboração da ata, a qual não tive acesso, assim como não tiveram acesso os demais membros aprovados como candidatos a vereador pela sigla PSD. Só faltou o palhaço Juju.

PTC de Pedro Barbosa


Convenção do PTC
A Convenção do PTC aconteceu no salão de eventos Castanheira, localizado na rua Jarbas Passarinho e estive lá para constatar o que o povo estava dizendo nas redes sociais: uma grande aglomeração dentro do salão e a via pública lotada por carros, motos e outros que não couberam dentro do espaço. No momento em que cheguei, Pedro Barbosa discursava fazendo comentários sobre a invenção de Paulo Ferreira, que agora paga os servidores de forma mensalista diarista, causando risos nos fãs da velha raposa.

Por lá andaram Carlos Moura (PT), Gilberto de Nadal (PSB) e até alguns membros do PSD, como os postulantes a cargo de vereador Naudir Pontes e Ivani da Saúde. Estive lá como editor do blog acompanhado da minha esposa e da candidata a vereadora Maria Costa. O vereador Ronaldo Alves também estava lá, assim como o professor Oclécio, que  foi preso no governo de Pedro Barbosa por chamá-lo de ladrão, por duas vezes consecutivas. Roberto Andrada, do Solidariedade, marcou presença, assim como centenas de pessoas curiosas por saber das últimas notícias dos bastidores. Pedro Barbosa não apresentou nenhum vice.


Postar um comentário