Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Quem disse que fofocas não podem ser gostosas?


  • Racha no PMDB/Portel continua a produzir resultados negativos. Além de produzir um plano B (um candidato que o governo diz não apoiar, mas, por trás das bombas, apoia), está criando adversários dentro do partido da situação.
  • Raimundo Luis é rejeitado pelo PMDB para assumir a vaga da ausente secretária de educação, Rosângela Fialho.
  • Segundo informes dos bastidores do partido, o secretário de finanças, que assombrou a secretaria de saúde, seria temido por favorecer os candidatos amiguinhos de Carlos Moura.
  • O testa de ferro Valdo Paranhos já se licenciou para tentar abocanhar uma vaga na Câmara de Vereadores. Só resta saber dos reflexos que  seu trabalho vai ter na campanha, haja vista o montante de reclamações que seu setor nunca resolveu.
  • O antigo diretório do PMDB, que nunca foi do partido mesmo e sim do Pedro Barbosa, foi vendido para um assessor de gabinete da prefeitura. Não sei porquê não venderam o partido através de licitação. 
  • E por falar em vender, lembre-se de que tem pessoas que já sabiam que esses caras são traidores, confira: http://blogdobacana-marcelomarques.blogspot.com.br/2010/08/lista-dos-traidores.html
  • Aliás, cara de pau mesmo é dar falta em professor que participou do II Encontro de Gestão do Território do Marajó, como o farrista diretor do Acutipereira, mas as publicações falam apenas de enlevações do nome dos gestores, como em: http://www.agencianortedenoticias.com.br/??=noticias&id=9046
  • Vereador chega a empregar 40 pessoas no cabide eleitoral da prefeitura, enquanto que um articulador político emprega seus 30 camaradas e, para si, detém alto salário na corte e os súditos têm que ficar calados.
  • Um secretário de finanças compra um carro, mas devido aos comentários do povo, já pensa em se desfazer do veículo caro e luxuoso.
  • Aliás, o povo anda reclamando é do enriquecimento ilícito de alguns funcionários com cargo de confiança.


Postar um comentário