Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

domingo, 1 de janeiro de 2017

Moisés Moreira é o presidente da Câmara Municipal para o biênio 2017-2018

Moisé empossando Manoel Maranhense e Evandro Santos

Moisés Moreira, da coligação do prefeito eleito Manoel Maranhense na última eleição de 2 de outubro de 2016, foi eleito presidente da Câmara de Vereadores para o biênio 2017-2018 na tarde de hoje, 01.

Desde cedo os cidadãos e cidadãs portelenses já se acotovelavam na espremida galeria da CMP. Às 10 horas não havia mais espaço para nenhuma agulha. Lá fora, uma carreta de som animava e centenas de pessoas também estavam atentas à eleição que aconteceria nesse primeiro dia em que os Ferreiras deixaram o efêmero poder.

Mesmo com normas regimentais em que não é permitida a manifestação da galeria, os cidadãos portelenses não se continham e vaiavam os quatro aliados dos Ferreiras a insistirem na Chapa do professor Heron (Heronaldo Machado). Entre os apoiadores chavais havia um código que se manifestaria na hora do voto: a declaração do voto que deveria, segundo o regimento interno, secreto. 

Diferentemente da legislatura passada que foi chapa única, hoje aconteceu a concorrência de duas chapas. Na outra, do lado do prefeito eleito Manoel Maranhense, representada por Moisés Moreira.

Câmara ficou pequena mara a multidão do lado de fora
A votação inicial seguiu nos primeiros quatro votos, empate. Mas logo Moisés Moreira se distanciava, alcançando maioria. Novamente uma peia de votos. Ao anunciar os resultados, a caixa de som da carreta sacudia a torcida que gritava e batia palmas: 11 votos a 4. Votaram contra: Paixão, Jorge Barbosa, Heron e Ângelo.

Outro fator a ressaltar em termos comparativos com a diretoria do biênio 2015 e 2016, é que não acontecerá do novo presidente encarar uma Câmara endividada. Quando Manoel Maranhense assumiu, seus sucessores haviam deixado rombos milionários, levando-o a sanar algumas e responsabilizar os seus antecessores pela má administração dos recursos.  Com todas as dívidas pagas e até um prédio reformado, Moisés terá à sua disposição um terreno macio em termos financeiros.


Postar um comentário