Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Portel recebe mais de 9 milhões do Fundeb

Repasse de janeiro 2017 com complemento da União
A transferência do Fundeb ao município de Portel supera R$ 9 milhões no mês de janeiro deste ano.

Um pouco maior do que em janeiro de 2016 (R$ 8.334.966,69 - oito milhões, trezentos e trinta e quatro mil, novecentos sessenta e seis mil reais e sessenta e nove centavos), o Fundo Nacional de Valorização do Ensino da Educação Básica - FUNDEB-, representou um aumento de R$ 966.134,67 em relação ao mesmo período do ano passado, ou seja, está na conta da Prefeitura de Portel a bagatela de R$ 9.301.101,36.

Somente o valor correspondente à Complementação da União para fazer frente ao Piso Nacional da Educação foi de R$ 207.178,98. Mas a Complementação em decorrência de não atingir o correspondente à arrecadação, como Portel não dispõe de empresas para gerar dividendos como o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), foi de R$ 5.502.818,34 (cinco milhões, quinhentos e dois mil, oitocentos e dezoito reais e trinta e quatro centavos).

Mas é bom ter  cautela e não se melar como fez o governo anterior que se alvoroçou diante de mais de R$ 8 milhões em janeiro de 2016 porque, no mês seguinte, acordar com praticamente a metade, ou seja, R$ 4.887.046,10. Era um ano eleitoral e do valor de uma folha de pagamento registrada em abril de 2016 representando um gasto com funcionários efetivos e contratados tanto dos 40 quanto dos 60% em R$ 3.777.943,33 (três milhões, setecentos e setenta e sete mil, novecentos e quarenta e três mil reais e trinta e três centavos), teve um abrupto aumento de mais de 5 milhões na dobrada de junho para agosto daquele ano eleitoral. Os valores oscilavam entre 4 milhões e 4,4 milhões e não cobriam as despesas, levando ao maior desastre registrado desde 2012 (outro ano eleitoral), fazendo a estátua da Justiça a levantar a venda do olho esquerdo, mas ficando, ao mesmo tempo, impassível diante de tamanha imoralidade com o dinheiro público.

Em dezembro, até o dia 30, foram mais de 8 milhões. Pra onde foram?
Lembrando que o governo anterior terminou o ano com uma soma bem gordinha. Foram nada menos do que R$ 8.258.154,56 (oito milhões, duzentos e cinquenta e oito mil, cento e cinquenta e quatro reais e cinquenta e seis reais). Lembrando também que foi pago apenas o abono natalino, restando até hoje a dívida com relação ao mês de dezembro. Lembrando também que foram pagos apenas os concursados e efetivos, fazendo passar fome os temporários. 
Postar um comentário