Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Portel: SINTEPP ocupa prédio da Secretaria de Educação

Ocupação do prédio da SEMED
Neste momento (11:39, 13/10/2016), professores da rede municipal de ensino ocupam a SEMED, em sinal de protesto sobre a salário atrasado da categoria.

Além de reivindicar proventos em atraso, os profissionais da educação demanda a presença da secretária de educação Ana Valéria para dar esclarecimentos a respeito do caos que se instalou  nos últimos meses e que levou a categoria a declarar estado de greve e, diante do agravamento, greve plena.

Faixas demandam pagamento de salários
Embora haja pressão da maioria dos professores, serventes, auxiliares, coordenadores pedagógicos e outros, há um número inexpressivo de fura-greves que dão aula até para três alunos. Vale lembrar que os pais dos alunos estão apoiando a reivindicação, pois o não pagamento dos proventos abala a economia do município.

O maior temor da categoria é o calote que o prefeito pode aplicar nos trabalhadores. Diante desse estado de pânico, há manifestações apoiadas até por garis. A pressão de alguns diretores e outros apaniguados é intensa e frequente, mas parece que não está surtindo efeitos,  pois as pessoas estão determinadas a cobrar seus direitos.

Comando da greve lacra salas
Ainda sem manifestação da titular da pasta, foi o diretor administrativo da SEMED que deixou um público atônito em reunião acontecida na terça-feira 11 quando afirmou que o pagamento previsto para atender um acordo entre SEMED, Miinistério Público e SINTEPP não se concretizou porque havia um bloqueio de uma das contas do FUNDEB determinado pela justiça. O diretor administrativo não levou comprovação sobre a informação prestada durante a audiência pública que aconteceu no salão da igreja São Miguel Arcanjo.
Postar um comentário