Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Incêndio no quartel da PM em Portel

Incêndio no Quartel da PM em Portel
Eram por volta das 3:33 da matina quando senti o cheiro de algo queimando e até levantei da cama, verificando ao redor da casa, embora, a primeiro instante, tenha pensado se tratar de um vizinho queimando papel e plástico. Não era.

Logo depois, meu enteado acordava também a dizer que algo estava pegando fogo na direção traseira da nossa casa, talvez uma das residências. Eu disse que tinha cheiro de borracha, talvez algum carro tivesse pegado fogo na rua e saí até a esquina, mas não vi nada que chamasse a atenção, exceto dois homens ao lado da igreja Quadrangular. Voltei.

Pela manhã, às 06:38, recebi a imagem acima, mostrando um incêndio. Eram as viaturas que a Polícia Militar utiliza para capturar menores infratores que roubam os cidadãos trabalhadores. Acomodadas no pátio do Quartel da PM, as viaturas pegaram fogo e até o momento não se sabe as causas do incêndio. Sabe-se que agora os bandidos podem deitar e rolar, já que os homens da lei não tem como fazer as inúmeras diligências.

Não se sabe qual o quais as vertentes de investigações, os membros de redes sociais já vislumbram pelo menos duas. A primeira dizia de fagulhas provocadas por curto-circuito nas instalações elétricas, ao que os leigos logo não se convenceram sob a alegação de que tais problemas não ocorrem com o veículo parado. A segunda abria a possibilidade de ação criminosa perpetrada por traficantes de drogas, em que bandidos dispararam arma de fogo contra um dos veículos estacionados no quintal do quartel. 

Os veículos ficaram imprestáveis, como se pode constatar pelas foto acima, criando mal estar na população, pois esta sempre recorre aos policiais em caso constante de assalto e assassinatos e a desculpa é falta de contingente policial. Desta forma, populares temem que, além da falta de policiais, agora deverão enfrentar a desculpa de que falta veículos para o combate à crescente onda de criminalidade. 

Desde o momento do incêndio, comerciantes pretendem fechar os estabelecimentos mais cedo para evitar que os ataques levam o pouco que o comércio está a arrecadar nesse momento de crise moral, ética, política, institucional e econômica que vive o país. 

Mas a PM deverá receber duas motos de Breves e até utilizar o carro da civil. 
 
Postar um comentário