Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Portel é cotada em baixo nível pelo índice Firjan

Por Miro Pereira*

O relatório da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) virou notícia no ESTADÃO com a publicação "As 10 cidades brasileiras mais desenvolvidas e as 10 menos desenvolvidas, segundo a Firjan". A nossa querida Portel está no fim da fila no ranking paraense.
O que achei mais curioso disso tudo é que, desde quando nasce, o portelense é ensinado que sua cidade é "um lugar melhor" que a cidade vizinha, Melgaço, que ainda possui um dos menores IDHs do país. Tomei como norte essa analogia para que fique claro, de uma vez por todas, que no Marajó está todo mundo no mesmo barco e ninguém é "melhor que ninguém" e todo e qualquer portelense e marajoara precisa fazer essa análise o quanto antes.
O relatório Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM) é um estudo do Sistema FIRJAN que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego & renda, Educação e Saúde - Você pode consultá-lo aqui:  HYPERLINK "http://www.firjan.com.br/ifdm/" http://www.firjan.com.br/ifdm/
Fiz uma leitura rápida do ranking sobre Portel em breve comparação com Melgaço. Veja os resultados:
Na edição 2015/ data base 2013, portanto quando o Prefeito já era o Senhor Paulo do Posto e Portel está ESTAGNADO no indicador Emprego e Renda, classificado com "BAIXO DESENVOLVIMENTO" (0,1352), ocupando a 139º colocação no Estado do Pará, ficando à frente de outro município marajoara, Bagre.
Em relação ao indicador Educação, Portel está classificado com “DESENVOLVIMENTO REGULAR” (0,4519), ocupando a 132º colocação do Estado do Pará, ficando 14 posições do ranking atrás de Melgaço, que ocupa a 118º colocação estadual e nos faz questionar o que tem feito a Secretaria Municipal de Educação de Portel que grita aos quatro cantos do universo suas “melhorias”? Como se construir escola com a comunidade doando toda matéria e com dinheiro do PDDE fosse sinal de melhoria na educação.
O indicador saúde aponta Portel com “DESENVOLVIMENTO REGULAR”, o único à frente de Melgaço, mas ainda ocupando o 95º lugar do ranking do Pará, o que mostra que vamos muito mal de saúde.
O mais desesperador, meus amigos, é ver que no IFDM Consolidado, a análise macro de todos os dados coletados pela renomada instituição carioca, Portel é o último do ranking do Pará, ocupando a 140º posição, ficando outras 14 posições atrás de Melgaço, que ocupa a também triste 126º posição na pesquisa.
Vejam. VEJAM BEM AQUELES QUE QUISEREM CONTESTAR ESSA POSTAGEM, Não sou eu que estou fazendo essas afirmações. É a FIRJAN! E ela nos coloca no fim da fila dos municípios do Pará o que só nos faz confirmar que nas deficiências em Emprego e Renda, Educação e Saúde estão as razões pelas quais nossa cidade beira o caos com crise financeira, assaltos à luz do dia e gente morrendo por falta de saúde de qualidade , enquanto isso nossos governantes cada dia mais ricos a custa de corrupção e dinheiro desviado de nosso povo e nossa gente.
Dia 24 comemoramos os 258 anos de Portel. Comemoramos o quê, afinal? Pensem nisso.

*Miro Pereira é advogado,  após ter iniciado carreira no Judiciário como servidor público concursado.

Postar um comentário