Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Eleição 2012: ensino fundamental era requisito dos anos 70

Portel está prestes a escolher seu futuro governante e uma câmara municipal democrática e vigilante. Mas será que o candidato está mesmo preparado para enfrentar as mazelas desse município que não consegue nem sequer abrir uma estrada? Ou mesmo prover emprego a um povo que passa até três dias de fome (estou considerando por baixo!) e tem alarmante taxa de desemprego?

No passado, digamos, para sermos mais precisos, nos anos 70, era comum o município ser dirigido por pessoas cuja escolaridade não passava do fundamental. Aliás, quem tinha a 4ª série era um doutor. Administrar era mais fácil. Por exemplo, os serviços básicos de capinagem eram prioridade absoluta, assim como o abastecimento de água, que é uma dor de cabeça para todos, inclusive para os médicos que tratam de milhares de pessoas com ameba. Ainda considero o fato de essa formação ser um marco, pois saber ler e escrever já era suficiente para estar na Câmara Municipal de Portel. 

Não mais! Agora precisamos de pessoas com formação à altura, tantos são os desafios enfrentados por um prefeito que não pode mais somente saber ler e escrever. Em que pese saber ler a vida pela experiência, exigimos muito no passado que os reflexos já estão aí. Nenhum candidato apresenta escolaridade inferior ao ensino médio. Relega-se a escolaridade de ensino fundamental ao vice-prefeito, como se este não pudesse mesmo mandar em nada. Vice é vice e é apenas uma figura emblemática e entrega-se a ele essa posição, pois ninguém nunca cobrou um melhor preparo para essa figura quase esquecida. Mas essa função não pode ser esquecida assim. 


Postar um comentário