Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Sob ameaças e retaliações as autores do blog Educadores de Portel

Atenção:
Este blog é um canal de opinião dos seus autores. Em nenhum momento cometemos deslizes quanto a legislação deste país, estado ou município. Além disso, estamos dentro das normas estabelecidas pela Google, cujo teor foi lido e relido para que nenhum prejuízo venha a ser causado. No entanto, como afirmei bem no início deste texto, a opinião é essencial, pois sabemos que estamos em um país cujo princípio da livre manifestação do pensamento está estabelecido na Constituição Federal, a lei maior desta nação brasileira.

Apesar de estarmos longe dos tempos dos coronéis e da corroída ditadura, ainda sentimos alguns resquícios desses tempos que tanto mal fizeram ao povo brasileiro. Diante disso, sabemos que algumas personalidades que adentram a política portelense adotam posturas nada louváveis. Não sabem conviver com a crítica, nem conseguem absorver um texto simples e direto, com palavras comuns e de fácil entendimento com que se caracterizou este Blog nos desde a sua formação. Encabeçados por um chefe que tem características ditatoriais, seus apoiadores, muitas vezes travestidos de educadores, reagem de forma sombria e preocupante ante a escolha que faremos no dia 7 de outubro.

Apesar de ter recebido ameaças por parte de candidatos e seus apoiadores, continuaremos com nosso trabalho, o qual tem recebido elogio pela forma personalizada do layout, assim como a respeito do bom português praticado nos textos e as abordagens inusitadas, num espaço ocupado por falta de ação dos nossos antecessores, que não se deram ao luxo de levar ao conhecimento do mundo e dos próprios munícipes os fatos que merecem considerações.

Portanto, senhores e senhoras, nossas postagens continuarão a informar, debater, divergir ou até concordar, mas sempre sob uma visão crítica da realidade. Como educadores, não deveremos se prender à sala de aula, mas participar ativamente de todo processo social e da política não abrimos por acreditar que ela está em todos os demais setores da nossa vida.


Postar um comentário