Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Pagamento do 13º não sai até hoje em Portel

Como havíamos antecipado aqui mesmo no blog Educadores de Portel, o governo municipal, ainda sob a administração de Pedro Rodrigues Barbosa, não pagou o 13º salário, apelidado de abono natalino, não saiu até o momento.

Este atraso motivou a invasão do prédio da SEMED pelos integrantes do SINTEPP no último sábado, 22, com a presença de centenas de professores. A caminhada pelas ruas da cidade de Portel teve início na sede do sindicato dos profissionais de educação, que fica na 2 de Fevereiro, no bairro do Muruci. Em seguida, os servidores pararam por alguns minutos em frente a casa do prefeito, na rua Padre Emílio Martins, no entanto, Pedro Barbosa estava dando entrevista sobre a recente instalação da operadora Vivo na cidade. Na frente da SEMED, os professores ficaram indignados com a tranquilidade com que o prefeito encarava a falta do pagamento. “Mentiroso!”, declarava uma sindicalista, muito revoltada com a ausência de qualquer informação sobre o dinheiro da ceia do natal.

Os professores tomaram o prédio através do diálogo com um vigilante, registraram com fotos e filmagens da estrutura física da secretaria de educação, a fim de evitar qualquer invenção por parte de membros do governo, tal como furto ou dano de objetos. Mas a equipe só teve acesso à sala de recepção, corredores laterais e banheiro, sem qualquer intenção de arrombar as salas que estavam trancadas à chave. A única porta que estava aberta, mas só foi descoberta quando um professor se encostou nela, era a sala da coordenação do campo. Este fato foi logo comunicado a um vigilante que passou a informação aos seus superiores e, logo em seguida, compareceu a advogada Ana Ceres, a qual se apresentou como representante da SEMED. Esta senhora advertiu aos sindicalistas a não entrarem na sala e a coordenação da entidade garantiu que ninguém tinha a intenção de promover vandalismo, que o ato era de natureza pacífica.

Pedro Rodrigues Barbosa, em entrevista a uma emissora de TV, afirmou que os sindicalistas e servidores em geral poderiam invadir a SEMED e ficar lá acampando, que ele não se importava, já que o prédio não é dele mesmo. Disse ainda que iria para sua casa comer e dormiria tranquilo. Estas afirmações atiçaram ainda mais os ânimos dos sindicalistas, pois o grupo entendeu que o prefeito disse, em outras palavras, que não dava a mínima para os professores, que ele é quem mandava no dinheiro, pagava quando bem queria e que o movimento não faria pesar na sua consciência.

Após uma breve reunião de avaliação do movimento, os sindicalistas decidiram pelo pernoite na sede da educação municipal e que abandonariam o prédio por volta das 12 horas do dia seguinte, ou seja, no domingo, fato que se cumpriu mesmo.

Hoje, por volta das 6 horas da manhã já havia servidores verificando suas contas, na esperança de haver sido depositado o valor. Boatos surgiram de que o pagamento só sairá no dia 31, mas só os valores referentes ao mês de dezembro e que o décimo terceiro ficará para o próximo ano. Isso levantou a sombrancelha de alguns sindicalistas, que, na manhã de hoje, entraram em contato com a coordenação regional do SINTEPP para ajuizar um possível mandado de segurança.

Na quarta-feira, encontrei o ex-prefeito Renato Queiroz no saguão da Câmara Municipal e perguntei se o seu governo atrasou alguma vez o pagamento do 13º salário. Calmo, o senhor Queiroz disse que atrasou uma única vez no término de seu mandato. Disse a Queiroz que naquele momento os municípios brasileiros viviam uma agonia, pois a origem dos recursos ficavam basicamente dependente do Fundo de Participação dos Municípios e o pífio IPTU. “Que poucas pessoas pagavam”, complementou o ex-prefeito.

Da Ilha do Marajó, os municípios vizinhos, tais como Breves e Melgaço, já pagaram o abono natalino e o Blog Educadores de Portel dá os sinceros parabéns aos respectivos gestores pelo bom trato dado ao pessoal da educação.

Postar um comentário