Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Prefeitura de Portel será pressionada pelo SINTEPP neste sábado

O SINTEPP reuniu nesta noite para tratar da questão do não pagamento do abono natalino aos professores e trabalhadores em educação do município de Portel.

De acordo com informações colhidas de forma não oficial, o pagamento do décimo terceiro salário só deverá estar disponível a partir do dia 28 de dezembro. O que já não seria mais um abono natalino, mas um abono de fim de ano.

Os sem décimo, ou seja os professores, podem ficar sem a sagrada ceia de natal, pois o prazo para pagamento do décimo terceiro expirou ontem. A alegação é que não há dinheiro suficiente para pagar os custos da folha. 

O prefeito de Portel, Pedro Barbosa, após a sua reintegração ao cargo por meio de liminar ante o seu afastamento pela Câmara Municipal, disse que o pagamento do décimo terceiro sairia logo após o dia 10, o que levou centenas de professores a madrugarem em frente ao Banco do Brasil. Havia servidor sonolento e, perguntado sobre o sono, explicou que esteve na fila do banco desde a madrugada. O mesmo veio a suceder no dia de hoje, 21, quando alguns professores madrugaram em frente à agência. Alguns ainda acreditavam que dinheiro poderia estar na conta até as 18 horas, mas foi uma decepção para muitos que ali compareceram. 

Aliás, só o primeiro repasse de dezembro (dia 10), R$ 2.281.759,68  que pode ser conferido no próprio blog Educadores de Portel ou no site do Tesouro Nacional. A estimativa nossa é que ontem tenha sido depositada a segunda parcela do dia 20, algo em torno de mais de dois milhões, sendo que o último repasse esteja entre um milhão e um milhão e meio. Só no mês de novembro o governo federal depositou na conta da prefeitura R$ 3.858.925,59.

RINDO PARA NÃO CHORAR

Dizem as más línguas que o prefeito não pagou porque soube que o mundo acabaria hoje e, assim, não se importaria em deixar os professores morrerem "lisos". 

Quem está rindo a toa é o secretário de educação, que foi visto tomando cerveja, feliz da vida, ao que muitos comentaram que ele estaria tomando todas porque o fim do seu mandato estaria no fim e que também o mundo estaria com os dias contados.

O secretário executivo da AMAM, Jaime, também está em Portel para receber seu gordo salário. Em tempo: Jaime, que já foi secretário de finanças do governo de Pedro Barbosa, pode voltar ao cargo no mandato do recém-eleito Paulo Ferreira. Este, portanto, pode chorar por outros motivos, mas está rindo sem chorar.

PRA FAZER GENTE CHORAR

O SINTEPP decidiu agora há pouco sobre uma Assembleia Geral que tomará decisões acerca desse escabroso atraso no pagamento do 13º salário devido aos profissionais em educação do município de Portel. O local é o auditório da escola Abel Nunes de Figueiredo, com horário previsto para as cinco horas da tarde.


Postar um comentário