Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Garota leiloou virgindade por mais de um milhão e meio de reais

Catarina Migliorini: Quem dá mais?

Enquanto as meninas de Portel estão dando de graça, uma brasileira que reside na Austrália resolveu leiloar a virgindade. O fato causou uma série de debates e até acusações contra a mãe que não pode fazer nada contra a decisão da virgem. O leilão da virgindade da brasileira, que é de Santa Catarina, foi lançado em um site no dia 15 de setembro. Segundo a moça, o dinheiro vai servir para custear sua faculdade e o restante será usado para construir casas populares.

Catarina Migliorini vai perder (ou melhor: vender) a tampa por um milhão e meio de reais. Este foi o lance mais alto dado em dólar, algo em torno de U$S 780 mil, no fechamento do leilão hoje. Pelo menos quinze pessoas, de várias nacionalidades, deram lances que variavam de U$ 1 até o lance máximo. Um japonês chamado Natsu é quem vai desencabaçar a brasileira.

O lance vencedor, ainda segundo o site, foi dado hoje. Na reta final do leilão, seis participantes disputaram a virgindade da brasileira que vive na Austrália. Em segundo lugar, no leilão, ficou um americano, que ofereceu U$ 740 mil, seguido por um indiano, que deu um lance U$ 730 mil.

Como aqui essas coisas são de graça e todo mundo pode se servir a vontade, nenhum brasileiro se interessou na película mais caro que se tem notícia no mundo.

Segundo o regulamento, a primeira noite de Catarina está prevista para 3 de novembro, durante um voo que partirá da Austrália ou Indonésia para os Estados Unidos.

Catarinense, a jovem trancou a faculdade de educação física para participar de um projeto de documentário idealizado pelo diretor australiano Justin Sisely. Durante mais de um ano, o documentarista recrutou virgens, homens e mulheres, na Austrália, mas decidiu ampliar as buscas. A brasileira se candidatou e ganhou a vaga. "Vejo isso como um negócio. Tenho a oportunidade de viajar, fazer parte de um filme e conseguir uma gratificação com isso", explicou. Além dos 20 mil dólares australianos (R$ 42,6 mil) que recebeu na assinatura do contrato, todo o valor do maior lance vencedor ficará com a estudante.

Entre as regras que devem ser obedecidas pelo ganhador está o uso de camisinha obrigatório. "Ele também não pode me beijar, não pode realizar nenhuma fantasia nem fetiche, nem usar nenhum brinquedo", explica ela. "O ato também não vai ser filmado", diz.

Pensa que só a brasileirinha que resolveu vender o selo? Engana-se, pois recentemente uma adolescente húngara decidiu vender sua virgindade a um britânico através do site de leilões eBay, após uma enxurrada de ofertas, o comprador que levou o "serviço" pagou mais de 250 mil dólares, segundo informou o jornal britânico The Sun. Na realidade a transação foi fechada através de e-mails, uma vez que o gigante dos leilões on-line se deu conta da natureza do "produto". O motivo “nobre” também seria o pagamento da faculdade de medicina, enquanto que outra parte da grana será destinada a pagar dívidas da família.

Leia também:
Neste link, histórias sobre prostitutas do município de Portel:
http://educadoresdeportel.blogspot.com.br/2011/09/prostitutas-de-portel-passarinho-do.html 
Neste link, a história verídica de uma professora assediada pelo secretário de educação:
http://educadoresdeportel.blogspot.com.br/2010/04/professora-sem-calcinha.html
Postar um comentário