Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

domingo, 20 de março de 2016

Grupo que quer de volta Pedro Barbosa reúne em motel de Portel


Uma reunião fechada aconteceu ontem numa pousada de Portel, localizada na rua Augusto Montenegro. A reunião aconteceu um mês depois de um encontro acontecido na churrascaria Beer House, que contou inclusive com a presença de membros do PSOL.

Nesta reunião mais recente de ontem (20), estavam presentes o Elquias Monteiro (PSDB), Elquias Monteiro Neto (PSDB), Pedro Barbosa (PTC, ao qual concorreu a Arsinoé), Carlos Moura (PT), Ronaldo Alves (PSOL), Semone Moura (PT), Oclécio (PSOL), Hermes (PCdoB),Toia Gama (PSD), Tururi (presidente do PSD). Dr. Miro não participou. Tentei contato, mas não houve resposta.

Moura fez um discurso semelhante ao de Eri, quando pedia perdão pelas divergências cometidas quando no governo de Pedro Barbosa, coligação de PT e PMDB. Já a postura do PSOL, que está entre os menos envolvidos em corrupção, à semelhança da Rede, mas adere, de forma de retrocesso, se junta a um grupo que não pretende alternância de poder, numa linha auxiliar, satélite mesmo.

O governo atual de Paulo Ferreira, após perder o Jorge Barbosa (que mudou para o PP, deixando o velho PMDB), e era linha de frente na organização da Convenção Peemedebista, com edital lançado para o dia de hoje (20), onde o prefeito pretendia levar pelo menos 3 mil pessoas. Um opositor ironizou, dizendo: “Só se ele matar alguns bois, aí o povo vai”.

Não se sabe ainda quem vai acompanhar o Pedro Barbosa. Há rumores que Lucidalva Xavier, ex-coordenadora do SINTEPP, seria uma das opções para compor a chapa no cargo de vice-prefeito. Mas, compreende-se que Moura não vai deixar a vaga, numa reedição de chapa, ou ainda com a possibilidade de Moura indicar alguém de sua confiança, provocando o anseio dos saudosistas do período de 2005 a 2012.

Miro deve reunir na terça à noite para tratar de uma avaliação dos últimos acontecimentos políticos, numa proposição mais incisiva, com propostas concretas, que não seja só conchavo político. A proposta deve ser de dissidência, de renovação para melhorias, com intenção de renovação.
Postar um comentário