Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Eleição 2012: apelidos e nomes geram confusão na cabeça do eleitor

O STE registrou no seu site o pseudônimo de Jacara (Adnilson da Costa Amaral), candidato pelo PDT, quando na verdade pretendia dizer Jacaré . Outro caso errôneo foi de Estanislau Pereira Monteiro, que também pretende uma vaga na Câmara, cujo apelido é Estandico e lá consta como Estantico, forma muito popular de se chamar o ex-viceprefeito de Portel.

Mas o caso mais grave envolvendo o nome de candidatos foi o de Miro Pereira. A comoção entre os simpatizantes de Miro Pereira foi tanta que os seus futuros eleitores começaram a procurar Miro após não verem seu nome citado na relação de candidatos à prefeitura de Portel, numa reportagem do SBT-Portel. Havia uma pessoa cujo nome era Amiraldo Barboza Pereira. Mas os futuros eleitores do candidato não sabiam que Miro é apenas apelido. Amiraldo Barboza registrou seu nome de urna como Miro Pereira.

Já tivemos casos mais complicados como o de Jeconias, que preferiu que seu nome de urna fosse Jeá. Naqueles tempos não se contava com urnas eletrônicas e as pessoas registravam seus votos com caneta. Com a intenção de facilitar a vida do eleitor, recomendava nos seus comícios que se escrevesse Jeá e o caboclo lançava G.A.

Em Portel tem muitas pessoas que são conhecidas pelo apelido. Certa vez eu estava no bairro da Cidade Nova e os um veículo de entregas de uma conhecida loja de eletrodomésticos procurava a casa de um tal Luis. Ninguém conhecia o Luis de Tal. Até que alguém disse que se tratava do Macaco. E, no meio da confusão, houve alguém que disse conhecer o tal Macaco há pelo menos 30 anos e não sabia que seu nome era Luis.
Postar um comentário