Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Mandioca Mole 2012 apresenta Forrozão Tropykália


Um dos maiores públicos já registrado na Mandioca Mole

Show por conta de Forrozão Tropykália

Com atração musical principal na banda Forrozão Tropykália, o maior evento junino do município de Portel recebeu público recorde neste ano de 2012. Na sua XXVIII edição, os organizadores estipulam que ali estavam presentes cerca de 7 mil pessoas, oriundas de diversas regiões do Brasil. Como o evento atingiu proporções gigantescas, os coordenadores mudaram, desde 2010, do antigo lugar de origem, a Hugo Sabóia, para acontecer na Rua da Vivência, antiga pista de pouso da falida AMACOL.

Mandioca Mole - quadrilha e terreirão

Mandioca Mole é o nome do maior terreirão junino e também da quadrilha em que a principal atração de danças se concentra não em um grupo com trajes caros e sofisticados. Pelo contrário, os brincantes se travestem de personagens famosos, sempre mantendo um toque de humor e ridicularização. Este ano o professor Alain Marzo coordenou o grupo que levou o público a dar boas gargalhadas. O primeiro a se apresentar foi ele mesmo, representando o vendedor de peixe Olavo, com corcunda e tudo, montado numa bicicleta cargueira. Mas outras figuras desfilaram, para o delírio do público, como as empreguetes. No meio da apresentação, um Citroen pertencente ao advogado Miro Pereira entrou na área de dança e Kiko (apelido do professor Alain Marzo) anunciou a chegada de Miro, mas, para surpresa de todos, não era o fundador da Mandioca Mole, e sim um anão. O povo não agüentou de tanto rir. O conhecido perfurador de poços artesianos Coroca também não escapou à sátira da Mandioca. 

Gente bonita

Quem foi ao maior acontecimento junino de Portel, presenciou lindas pessoas como você pode constatar nas fotos abaixo.
Beldade de Portel



Organização

Com seguranças por toda parte, o evento transcorreu em paz, além do que foram disponibilizados dois bares gigantes equipados com enormes caixas d'água contendo toneladas de cerveja. Banheiros químicos portáteis foram disponibilizados em lados opostos do terreno, atendendo ao público masculino e feminino. Comidas típicas não faltaram, como tacacá, maniçoba, vatapá. Para completar, este ano a equipe organizadora providenciou camarotes para acomodar quem prefere maior poder de visualização e privacidade.

Antigos brincantes dão lugar à nova safra

Os antigos membros da Mandioca Mole parece que resolveram se aposentar, dando lugar a novos participantes. Alguns deles já passaram dos 50 anos de idade. Ali não foram vistos antigos brincantes como professor Mapará, Carlos Moura, tia Naza (ela só esteve lá para curtir, acompanhada de seu maridão), Aleluia, Bag, Mauro, Cerezo, Janice, Mardem, Socorro (ex-esposa do Leó), Juscelino, Rildo, José Cláudio e esposa Rose Camapum. Quero deixar a minha homenagem à falecida Dilma Carvalho, uma das brincantes.
Postar um comentário