Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Prostitutas de Portel: abaixo-assinado tira da cadeia assassina de prostituta


Desta vez conto uma história sobre a vida de prostituta, com resultado trágico e, ao mesmo tempo, revoltante. A história que passo a contar veio à tona através de um amigo em visita a sua terra natal, Portel. Meu amigo diz que o fato se deu no ano de 1978.

Alguns coleguinhas de infância estavam à cata de cacos na propriedade de um americano que morava onde hoje se situa o Hospital Wilson da Motta Silveira, quando alguém delatou ao gringo que alguns moleques tinham invadido sua propriedade. Com medo do velho, correram em direção onde hoje fica a casa de praia do Célio Alves. Ao tentarem se esconder atrás de um arbusto, acabaram levantando uma nuvem de moscas. Olharam e viram um corpo de mulher, já em estado de decomposição.

Após a descoberta do cadáver, investigações da polícia apontaram para uma senhora da sociedade como a autora do assassinato, hoje residente no estado do Amapá. Os investigadores descobriram que a assassina estava grávida e seu marido procurou uma prostituta na área denominada Remanso, zona portuária. O marido dessa senhora era funcionário de uma empresa de navegação e, bêbado, teve a coragem de levar a prosti à boate Shangrilá. No retorno, a esposa aguardava de tocaia e desferiu uma facada fatal, causando a morte da profissional do sexo. Após a prisão da madame, mulheres casadas, tidas como “da sociedade”, fizeram um abaixo-assinado pedindo a anistia da assassina, o que veio a se concretizar.
Postar um comentário