Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Justiça ainda não julgou o caso de Miro Pereira

A situação de Miro Pereira segue indefinida, apesar do candidato se mostrar muito confiante na Justiça. Miro Pereira liderava a campanha antes do surgimento desse problema que emperrou sua campanha.

No momento em que surgiu o problema, Miro Pereira se encontrava no rio Camarapi, o único rio em que o candidato vinha enfrentando resistência. Assessores subiram o rio de voadeira para dar o aviso. Assim, o candidato partiu para a capital. Apesar de Miro ter saído de cena, Dina Diniz continuou os trabalhos no rio Camarapi, juntamente com os candidatos a vereador. Naquele dia 15, sábado, uma multidão de simpatizantes foi receber a candidata a vice no porto da cidade. Já em terra, mesmo cansada da viagem, Dina participou de uma carretada pelas principais ruas da cidade. 

O julgamento era para ter acontecido até a sexta-feira passada, segundo informantes nossos que acompanham o caso dentro da sala de julgamento. Para se ter uma ideia, municípios como Vigia e Santo Antônio do Tauá apresentaram volumosos problemas, assim como outros exemplos, o que tornou o trabalho da justiça um pouco mais demorado em relação ao de Miro Pereira, dada a ordem dos volumes. Esse excesso de trabalho prorrogou o julgamento por diversas vezes. A última informação é que de hoje não passa.

Como Miro Pereira se afastou do município, houve uma perda enorme em termos de volume de campanha, já providenciou uma pesquisa para mostrar os reais impactos causados. Alguns dias antes do seu chamamento para Belém, Miro se apresentava como o candidato número um na disputa eleitoral. Dessa forma, não foi nenhuma surpresa grupos de pessoas se equiparem com gasolina, voadeira e um monte de histórias, só para se dar ao trabalho de ir ao interior dar as notícias de que Miro Pereira estaria cassado e não era mais candidato. Em uma comunidade em que visitei um cidadão foi informado por esses mensageiros de que um advogado estaria vindo de Belém para retirar os carros de som da Coligação Avança Portel. Evidentemente que o cidadão, que ostenta uma bandeira grande na frente de sua casa com o número 15, me perguntou sobre isso. Falei que nenhum advogado tem esses poderes, exceto a justiça, mas só pode fazer isso após esgotar todos os recursos. O cidadão concordou comigo, citando casos da justiça comum. Tal cidadão achava que o mensageiro estava tão "afobado" para contar o fato ao povo do interior que esqueceu de comprar sal e foi a sua casa emprestar um pouco para fazer sua comida e da tripulação.

Em outro rio, ouvi um ribeirinho me contar que os votos de Miro Pereira poderiam não ser contabilizados, como aconteceu com Elquias Monteiro. Expliquei ao cidadão, cuja casa fica fora do alcance da rádio Arucará e das retransmissoras de TV SBT e Record, que Miro não tem problemas com a Lei da Ficha Limpa, apenas questões de briga interna do PMDB. 

Como os ataques procedem de todos os demais candidatos, pode ser que Miro Pereira tenha caído ou, em outra hipótese, permanecido estável. Em relação a isso, muitas pessoas me perguntam sobre uma possível debandada. Eu não arrisco em dar minha opinião, pois poderia passar por mentiroso. Assim, espero os resultados da pesquisa.


Postar um comentário