Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

sábado, 16 de abril de 2016

Portel: Chuva faz derreter asfalto

Sonrisal ou tapioca?
Ruas recentemente asfaltada simplesmente derreteram com a forte chuva que inundou diversas ruas de Portel. Os moradores do bairro do Pinho estão indignados com a qualidade do serviço prestado por  uma empresa terceirizada pela Prefeitura de Portel. 

BAIRRO DO PINHO
 
Como o povo brasileiro é bem humorado e não se deixa abater facilmente, iniciou uma piada dizendo que o asfalto é do tipo SONRISAL, pois derrete com água. O povo parece estar mais esperto do que pensam as autoridades e tentaram enganar o povo de Portel.

Ainda em termos de bom humor do povo, moradores dizem que os governantes não combinaram com o PEDROCA (São Pedro), ai o DILÚVIO de ontem acabou com a farsa, aludindo também o fato de o pesadelo do governo ser Pedro Barbosa.

Uma jovem usa canoa para ajudar uma senhora
A rua Pacajá, onde se localiza a igreja assembleana Lírio dos Vales, ficou totalmente tomada de água que moradores utilizam canoas para atravessar para suas casas.

2 de Fevereiro
BAIRRO DO MURUCI
 
Apesar do governo negar que a cidade foi inundada pela chuva, imagens foram mandadas por populares e estas foram marcantes. Ao lado, foto da 2 de Fevereiro, principal via de acesso ao centro, totalmente alagada.
 
A chuva foi portentosa mesmo, mas não convém dizer que ela seria capaz de derreter uma camada asfáltica, façanha essa só provável com calor excessivo. Desde muito tempo que esse tipo de manobra fraudulenta acontece em Portel. Diziam as pessoas que determinadas autoridades recebiam emendas parlamentares, de cujos valores devolviam cerca de 30%. Tipo assim: R$ 1 milhão, sendo que R$ 300 mil seria do deputado. Mas a coisa não ficava por aí, pois tinha o pessoal da licitação e também do grupo do prefeito. Desta forma, a camada asfáltica seria como aquele açaí ou mesmo o feijao, quando chegam mais parentes, joga-se água para aumentar a porção. Daí o asfalto ser fino, quando deveria ter pelo menos 7 centímetros de espessura. Como se vê, parece que o caldo foi tão afinado que foi reduzido a cerca de 2 centímetros. Será que está acontecendo como no passado? MP, de olho.

BAIRRO DO BOSQUE 

Ruas próximo à Cosanpa ficaram totalmente tomadas pelas águas. 

BAIRRO DA PORTELINHA

Uma criança deficiente não compareceu à escola por dois dias consecutivos no bairro da Portelinha. O motivo é que não havia condição da mesma sair de casa devido sua rua ter se transformado num rio da noite pro dia.  
Postar um comentário