Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Portel: PMDB realiza convenção para eleição de nova diretoria e afirmação política para eleição 2016

Crédito: Grupo WhatsApp "Frente Democrática"
No sábado passado, 2, o PMDB, que outrora foi controlado pela família Barbosa, realizou sua Conferência Municipal, visando a eleição de sua nova diretoria.

Crédito: Renato Queiroz, página oficial Facebook
A reunião aconteceu num dia muito chuvoso, onde, de acordo com informantes do blog, o prefeito Paulo Ferreira, que controla o partido atualmente, esperava juntar 3 mil pessoas. Não deu nem 10% do número cogitado, pois, de acordo com pessoal presente, o número foi exatamente 251, entre os quais gente do primeiro escalão, como secretários e assessores especiais.

Crédito/Foto: Paulo Ferreira, página oficial Facebook
Nena Carvalho foi eleito presidente da sigla. Ele que já foi homem fiel de Pedro Barbosa, foi um dos que assinaram a lista que prejudicou o PMDB em 2012, fazendo com que nomes favoritos à Câmara de Vereadores fossem limados em processo que causou estranheza no Brasil todo. Durante a convenção, Nena Carvalho atacou duramente a oposição, liderada por Pedro Barbosa, acusando a mesma de estar prometendo emprego em secretarias do governo do Estado do Pará.

Leia AQUI como se deu a derrota dos peemedebistas em 2012.


A oposição disse que havia distribuição de dinheiro, comida, promessa de emprego e até cerveja para estimular as pessoas a irem ao encontro que aconteceu na sede da Associação dos Servidores Públicos de Portel, localizada na rua Augusto Montenegro, junto à praia do Arucará. É da oposição ainda a informação de que 50% dos atuais apoiadores de Paulo Ferreira acompanhem o grupo de Pedro Barbosa, fato mencionado em reunião da oposição no salão de recepção de uma pousada localizada na rua Augusto Montenegro, próxima à escola Júlia Barbalho.

Por outro lado, eu mesmo já soube que há pessoas do governo com amarras feitas com a oposição, por se acharem descontentes, embora ocupem cargos estratégicos. Numa dessas aparições públicas, um dos coordenadores do Movimento Frente Democrática me dizia de um importante nome do primeiro escalão que já selou compromisso, assim como diretores, sendo que um deles recebe constante visitas de um dos maiores líderes que tem pretensão a uma das 15 vagas na Câmara Municipal.

Os opositores foram taxativos em identificar a ausência de autoridades estaduais do PMDB ao evento, os quais devem estar muito ocupados com a ordem de saída do governo de Dilma Roussef, embora o cacique Jader Barbalho e seu filho Helder Barbalho resistam à ideia de abandonar os petistas nesse momento de crise política que vive o Brasil.

Confira mais fotos que registram a Convenção Municipal do PMDB:

O blog resolveu dar publicidade ao fato político porque a movimentação do setor é do interesse da coletividade. Não estive presente à reunião, por temer qualquer tipo de agressão.


 Mas a rádio Arucará FM fazia flashes ao vivo direto da Associação dos Servidores Públicos, fazendo entrevista com diversas autoridades, inclusive o próprio prefeito Paulo Ferreira.


Na foto, o ex-canditato a prefeito em 2012, Pr. Eri Correa, que assumiu a Secretaria de Pesca por alguns dias e, antes do fim do prazo para desvinculação de cargo público, deixou o órgão. Dizem que pleiteia o cargo de vice-prefeito. Eri ou Erivalto Correa é este homem de óculos ao centro da foto.

Mas, independentemente da vontade de Eri, há outros nomes que se assanham em tirar uma fatia do bolo que, dizem as más línguas, está centrada nos irmãos Ferreiras. Entre eles estaria o ex-prefeito de Portel Renato Queiroz, mas muitos acreditam que seu nome é inviável por não agregar votos, pois, segundo os críticos, não consegui nem se eleger a vereador na última eleição, abocanhando apenas 34 votos. "Como ex-prefeito, ele deveria conseguir votação expressiva e até superar nomes como Amba, que é vendedor de salgadinhos na cidade", diz um oposicionista.

Crédito/Foto: Mac Lima, página oficial Facebook

O assanhamento a que me refiro, além de cogitar uma vaga de vice-prefeito,  também tenta prever a possibilidade de Paulo Ferreira não vir à reeleição, dada uma provável intervenção federal no município e rejeição de contas em tribunais.

Postar um comentário