Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Vereadores de esquerda denunciam posto de gasolina que distribui combustível adulterado




Secretária de Educação de Portel, desenho de Ronaldo de Deus
E agora, secretária Ana Valéria?
Os vereadores da Câmara Municipal de Portel abordaram o grave problema da distribuição de combustível adulterado às frotas de transporte escolar que levam alunos às escolas do setor urbano e rural. O posto flutuante é denominado de Cidade de Portel.


A vereadora Simone Moura (PT) leu na íntegra denúncia encaminhada ao Ministério Público, expondo a gravidade do assunto que, além de danificar as máquinas de embarcações dos pobres ribeirinhos que alugam seus bens por irrisório salário mínimo, também causou danos à saúde dos condutores dos barcos e de estudantes.

"Não são os postos de Portel. É o posto Cidade de Portel", acusou a vereadora. Ela diz que vários motores estão danificados e pessoas "sabrecadas" por explosões, citando um caso do rio Anijó, afluente do rio Anapu. "O posto não tem depósito, pois os tanques ficam no meio da rua", denunciou a vereadora, fazendo leitura na íntegra de documento utilizado na denúncia formal ao Ministério Público, denúncia feita pelo PT. "É preciso que o Ministério Público aja", demandou Simone Moura.




O vereador Ronaldo Alves foi o primeiro a tratar da questão na tribuna da CMP, compartilhando com os colegas vereadores o mau acondicionamento do combustível em contêineres de plástico. Além do péssimo armazenamento do produto inflamável, o posto coloca esses tanques no calçadão da rua Duque de Caxias.


Embora o assunto seja preocupante, a maioria dos vereadores não se pronunciou a respeito da questão.
Postar um comentário