Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

terça-feira, 16 de abril de 2013

Adolescente comete suicídio e deixa bilhete

Mais um suicídio aconteceu ontem, 15, na zona rural de Portel, cidadezinha com pouco mais de 53 mil habitantes. A história do adolescente, de uma lista de quatro suicídios em apenas uma semana, é marcada pela tragédia desde o seu nascimento. Ao nascer, sua mãe tentou matá-lo afogado na Prainha, comunidade à meia hora da sede do município de Portel.

Jovem demais e levando uma vida numa comunidade rigorosa, sua mãe tentou esconder uma gravidez precoce que quase resulta na morte do próprio filho, uma tentativa por afogamento que só foi frustrada pelo impedimento dos comunitários.
 
Como foi rejeitado pela genitora, uma senhora que mora na localidade conhecida como Queimada, foi quem criou o adolescente. Mas, diferentemente dos demais casos, entre eles do comerciante que se atirou da torre da subestação do Linhão do Marajó e do professor Fábio Moura (veja aqui), o adolescente deixou um bilhete que dá uma pista dos motivos que o levou ao suicídio.

No documento, ele diz que a mãe agora pode ser feliz. Vizinhos afirmam que o jovem tinha sido expulso de casa após comportamentos que não agradavam à família. Com 16 anos, o jovem estudava na vila vizinha, o Cumaru.
Postar um comentário