Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

terça-feira, 9 de abril de 2013

Greve em Portel: aluno forçado a assistir aula pula muro da escola



Ao acusar os organizadores do movimento, SINTEPP jamais agrediu pais, alunos e professores que tentaram entrar nas escolas. Evidentemente que o movimento foi e continua indo até as escolas no sentido de manifestar publicamente, de forma civilizada, os motivos da greve, já que o governo de hora em hora se pronuncia nas emissoras de TV locais e também na rádio FM para tentar convencer os alunos da ilegalidade da greve, que foi desmerecido esta manhã com a emissão da sentença do juiz Emanoel Dias Mouta. 

Ninguém nunca agarrou pelo braço um servidor sequioso de trabalhar ou entrou na escola e arrancou o servidor da sala de aula. Tampouco houve professores do SINTEPP correndo atrás de alunos ou os forçando a não entrarem em sala de aula ou nas dependências das escolas. Pelo contrário, houve sim diretor de escola que trancou o portão para que os alunos não saíssem. Tanto que um aluno escalou o muro de uma escola no centro da cidade e fugiu, enquanto, atrás de si, vinha o diretor tentando fazê-lo permanecer.
Postar um comentário