Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Greve em Portel: as diferentes faces na multidão

Nesta tarde aconteceu mais um episódio da luta contra o desrespeito aos profissionais em educação de Portel. Com a sala lotada, o auditório da escola Abel Figueiredo ficou pequeno para tantos servidores da educação. Deliberariam ali os assembleados uma situação cujo desenrolar se deu por falta de diálogo, um resquício de um governo que entregou a tocha da administração tipificada como arrogante e autosuficiente.

No meio da luta sindical abre-se uma luta, claramente demonstrada pelas palavras de um grupo que pretende tomar as rédeas do SINTEPP, talvez numa proposta de vender ao governo suas cabeças como aconteceu no passado. No entanto, a experiência falou mais alto, equilibrando os ânimos para que os colegas não entrassem em choque antes da hora, pois decisões de maior interesse reinavam no salão. Entre elas, servidores sendo alvo da perseguição através de processo administrativo com acusações falsas, no intuito de diminuir os mais destacados membros da luta pelos direitos dos professores.

Salvo engano meu, vi pessoas ousarem atacar até aqueles que ousaram fazer um breve descanso, um recreio recheado de uma ou duas cervejas, como se o guerreiro também não tenha na sua estrutura a carne em vez de ferro. Ora, inveja ou adversidade também faz parte, sobretudo quando esses elementos impõem desejar o que não se tem, tais como coragem, oratória, aguçamento dos sentidos e a rara capacidade de ler nas entrelinhas. Achar culpa naquele que não saiu da toca porque o lobo estava por perto, capaz de morrer de fome lá no fundo se o bicho mau não for embora. Covardes, além de invejosos, também têm espaço ao sol, isso, convenhamos, também é um direito que lhes assiste. Vender a alma ou o seu sindicato ao poder também é uma arte, ainda que seja a arte da covardia, pois ser covarde implica em ter uma grande coragem de enfrentar a sombra do futuro, do esquecimento por ser um grande traidor. Quantos deles se poderia elencar aqui, cujo nome caiu no esquecimento popular?


Postar um comentário