Nossa luta pela transparência continua. Aqui você sabe quanto foi repasado à conta do FUNDEB

DO JUIZ AO RÉU, TODO MUNDO LÊ O BLOG EDUCADORES DE PORTEL

domingo, 7 de abril de 2013

Governo de Portel vai tentar usurpar sindicato dos professores

No seio da sociedade portelense há muitos setores desorganizados (foto dos aposentados na frente do antigo  Bamerindus mostra um setor fragilizado, sem representação à altura para defender os valores dos idosos) e não será desta vez que ditadores conseguirão murchar os avanços políticos da classe dos educadores de Portel. Já conseguimos ter representatividade de professores na Câmara de Portel e queremos muito mais. Um dia atingiremos nossa meta de eleger o grande líder que foi pensado para ser o prefeito de Portel, ente este que surgirá do meio dos professores. O alerta é que falsos representantes aparecerão, mas logo identificaremos e banhiremos esses trustes da nossa prática, que é digna e merece respeito.

De acordo com o professor Ronaldo Alves, o qual é coordenador-geral do SINTEPP/subsede  em Portel, o governo municipal planeja tomar o comando do sindicato, como já fez no conselho do FUNDEB e outros conselhos de controle social.

Hoje (07/04/2013), s 10hs, o governo vai articular uma chapa para tentar tomar a direção do Sintepp. Com reunião marcada para acontecer na Casa dos Conselhos, veja fiquem de plantão para conferir mais traidores da educação.

Nossa categoria está cada vez mais forte a cada ano que passa. Há anos se ouve dizer que os professores são covardes, que não se manifestam e que apenas se curvam aos ditames dos governantes autoritários e ditadores que por aqui passaram, mas para aqueles que convivem diariamente dentro do sindicalismo municipal, dá para constatar a mudança. Homens reinavam no cenário das lutas sindicais, porém, hoje, mulheres também se engajam na luta, deixando de ficar calados para manifestar suas inquietações e até fazer denúncias, numa clara mudança de comportamento.

Não é com esse terrorismo que os assassinos de cultura vão nos intimidar, comprando pessoas do nosso meio profissional para ocupar cargos de coragem e bravura para servirem de marionetes nas mãos dos governantes. Isso contraria a postura de políticos democráticos.

Postar um comentário